top of page
Barletta

Como os micronutrientes podem ajudar a combater o câncer de pele.

O carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma são as formas mais comuns de câncer de pele.

O melanoma é o câncer de pele mais temido por causa de sua agressividade e rápida disseminação.
O melanoma é o câncer de pele mais temido por causa de sua agressividade e rápida disseminação para os órgãos vitais.



O câncer de pele é o mais comum entre todos os tipos de câncer ocorridos nos chamados países desenvolvidos, sendo responsável por mais de 30% de todos os diagnósticos.


O carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma são as formas mais comuns de câncer de pele, sendo o melanoma maligno o mais agressivo de todos.


Há vários fatores de risco que podem potencializar o surgimento do câncer de pele, entre eles a exposição descuidada ao sol, o aumento do uso de sessões de bronzeamento artificial, quimioterapia, radioterapia, imunossupressão prolongada e exposição a carcinógenos químicos presentes na água e nos alimentos. Embora o câncer de pele tenha ocorrido tipicamente em adultos mais velhos, os novos fatores de risco têm contribuído para o surgimento do câncer de pele em crianças e jovens adultos também.


O Instituto de Pesquisa Dr. Rath publicou um estudo "in vivo" testando os efeitos de uma combinação específica de micronutrientes (extrato de chá verde, vitamina C, os aminoácidos lisina e prolina, entre outros dentro de uma combinação específica) no crescimento de células de melanoma que foram injetadas nos rins de camundongos.

Embora os rins não sejam órgãos típicos para o crescimento de células de melanoma, traçar o destino dessas células cancerígenas no rim permite uma melhor compreensão dos mecanismos de metástase e do papel dos micronutrientes sobre eles.


Os resultados do estudo (*1) mostraram que os tumores de melanoma que se desenvolveram no rim dos camundongos do grupo controle (que não recebeu suplementos), eram muito maiores do que aqueles desenvolvidos no grupo que recebeu suplementação. Além disso, a metástase nos pulmões diminuiu muito no grupo que recebeu suplementação de micronutrientes em comparação ao grupo controle.


O melanoma é o câncer de pele mais temido por causa de sua agressividade e rápida disseminação para órgãos vitais como coração, fígado, rins e cérebro. Atualmente, as modalidades de tratamento convencionais não são eficazes para bloquear a metástase do melanoma. Esta pesquisa corrobora os resultados de nossos estudos anteriores, que mostraram que nossa combinação específica de micronutrientes pode efetivamente reduzir a metástase do melanoma para o fígado e o baço (*2).


Como os micronutrientes podem ajudar a combater o câncer de pele?


A eficácia de uma combinação específica de micronutrientes na supressão de várias rotas metabólicas de metástase é um testemunho de que o controle natural do crescimento e disseminação do câncer é possível quando combatemos seus vários mecanismos celulares de uma só vez.


Portanto, além de medidas preventivas, a suplementação com micronutrientes deve ser considerada como um importante fator adicional para reduzir as chances de desenvolver câncer de pele.

 

Referências:

(*1). Roomi MW, et al., Terapias Integrativas do Câncer, janeiro de 2019

(*2). Roomi MW, et ai., Biofactors. 2008;33:181-189


 

Kommentare


Die Kommentarfunktion wurde abgeschaltet.
bottom of page