top of page
Barletta

Câncer de Próstata: Abordagem natural da Medicina Celular.

Benefícios da sinergia de micronutrientes contra o câncer de próstata.

Homem adulto segurando um copo de água, sorrindo e olhando um comprimido de remédio.
A estratégia simultânea da sinergia de micronutrientes limita a capacidade que o câncer tem de se adaptar e sobrepujar o tratamento convencional, o que costuma acontecer com as abordagens antigas.


Câncer de Próstata e Medicina Celular: Uma abordagem natural


O câncer de próstata é o segundo câncer mais comum entre homens em todo o mundo. É uma preocupação de saúde principalmente para homens com 65 anos de idade ou mais. A próstata é um pequeno órgão em forma de noz que produz fluido seminal, que, por sua vez, contém muitas enzimas, incluindo um antígeno prostático específico (PSA) que contribui para a fluidez do sêmen.


O aumento nos níveis de PSA é um dos principais indicadores de câncer de próstata ou hipertrofia prostática benigna. Embora o rastreamento possa ajudar no diagnóstico precoce do câncer de próstata, as opções de tratamento ainda se limitam à cirurgia, terapia hormonal e radioterapia, com alto custo, efeitos colaterais graves e eficácia limitada.

Uma das principais características do câncer é o crescimento descontrolado e disseminação de células anormais. As células cancerígenas espalham-se degradando a barreira do tecido conjuntivo circundante ao tumor, usando para isso enzimas que digerem o colágeno, as chamadas metaloproteinases de matriz (MMPs).


As MMPs têm sido relacionadas a todos os tipos de câncer, incluindo câncer de próstata, devido à sua capacidade de promover o crescimento, a invasão e a metástase do tumor. No entanto, nenhuma das opções de tratamento convencionais aborda os mecanismos da metástase. Níveis aumentados de MMPs específicos, como MMP-2 e MMP-9, têm sido associados ao câncer de próstata em forma agressiva.


Sabe-se que vários micronutrientes, como vitamina C, extrato de chá verde (especificamente o polifenol EGCG), os aminoácidos lisina e prolina, o selênio, as isoflavonas da soja e compostos vegetais, incluindo o licopeno e a curcumina, são reconhecidos por terem propriedades anticancerígenas.


Pesquisas sobre câncer e micronutrientes

Os cientistas do Instituto de Pesquisa Dr. Rath usaram células cancerígenas da próstata para estudaram os efeitos "in vivo" de várias combinações especificas de micronutrientes contra o crescimento de tumores, secreção de MMPs e outros fatores que favorecem o câncer.


O grupo suplementado com micronutrientes desenvolveu tumores 47% menores do que o grupo controle que não recebeu suplementos. A coloração específica desses tumores mostrou menor capacidade de formar novos vasos sanguíneos (angiogênese) do que o grupo controle. Nossos estudos anteriores "in vitro" também demonstraram que a combinação de micronutrientes é capaz de inibir as enzimas MMP em 100%, fortalecer a estrutura do tecido conjuntivo e ajudar a limitar com eficácia a disseminação de células de câncer de próstata.


A atividade de enzimas que digerem colágeno, como a MMP-9 e o ativador de plasminogênio uroquinase (u-PA), tem sido associadas à agressividade do câncer. Em nossos estudos, também demonstramos que a combinação de micronutrientes é capaz de inibir a secreção das enzimas MMP-9 e u-PA em 100% e, ao mesmo tempo, aumentar a produção de seus inibidores naturais.


Além disso, esses micronutrientes podem fortalecer o tecido conjuntivo, limitando assim a propagação das células cancerígenas da próstata. Nossos estudos mostraram que os micronutrientes funcionam melhor quando usados ​​em combinações sinérgicas do que quando utilizados ​​isoladamente. Algumas outras combinações de micronutrientes, como licopeno e selênio, chá verde e isoflavonas de soja (genisteína), também têm potentes ações anticancerígenas na próstata. O licopeno e o selênio trabalham juntos para inibir o crescimento de células cancerígenas, reduzir o estresse oxidativo e modular as respostas imunes, potencializando seus efeitos protetores. Os polifenóis do chá verde e a genisteína suprimem a inflamação, inibem a proliferação e induzem a apoptose (morte celular) das células do câncer de próstata. A sinergia de micronutrientes, ao contrário da utilização de um nutriente individual ou de um tratamento medicamentoso com drogas, pode afetar simultaneamente vários mecanismos que o câncer usa para dominar o organismo. A estratégia da sinergia de micronutrientes limita a capacidade que o câncer costuma ter de se adaptar e sobrepujar o tratamento convencional, o que costuma acontecer com as abordagens antigas.


Por tudo isso, o tratamento do câncer de próstata também deve incluir a sinergia de micronutrientes como uma possibilidade segura e eficaz para ajudar milhões de homens em todo o mundo.


Acesse os links abaixo e saiba mais sobre abordagens naturais contra o câncer de próstata!


OUTROS ARTIGOS SOBRE CÂNCER DE PROSTATA:

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Divulgação: Saúde para Todos Brasil;

Fonte: Instituto de Pesquisa Dr. Rath.


Ref: • MW Roomi, et al. Res Comm Mol Path Pharma, 2004

• MW Roomi, et al. In Vivo, 2005

• MW Roomi, et al. Representante da Onco, 2011


Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page