top of page
Barletta

Diabetes: combinação de micronutrientes favorece o metabolismo da glicose


Diabetes é a doença não transmissível que mais cresce no mundo atualmente.
Diabetes: níveis elevados de glicose no sangue podem ser combatidos com sinergia de micronutrientes



A diabetes, caracterizada por níveis elevados de glicose no sangue, é a doença não transmissível que mais cresce no mundo. Nas últimas décadas o número de pessoas que sofrem de diabetes disparou, com um projeção de crescimento de 438 milhões de novos casos até 2030.


A diabetes tipo II tem sido considerada por muitos como uma doença que afeta pessoas idosas e com excesso de peso. No entanto, atualmente é diagnosticada com mais frequência em crianças e jovens adultos com menos de 25 anos, bem como em indivíduos que não apresentam excesso de peso. Além de diabetes, níveis elevados de açúcar no sangue podem levar a complicações graves, incluindo aterosclerose, acidente vascular cerebral, insuficiência renal, neuropatia, catarata e dificuldade na cicatrização de feridas.


Embora a diabetes seja uma doença relacionada a problemas com o metabolismo da glicose, a própria glicose é uma fonte fundamental de energia para todas as células do nosso corpo. A absorção, transporte e utilização adequada da glicose pelas células dependem do hormônio insulina que é secretado pelo pâncreas e da função adequada de receptores específicos de insulina presentes nas células. Vários micronutrientes estão envolvidos no metabolismo da glicose. Por exemplo, as vitaminas do grupo B são essenciais para a conversão de moléculas de açúcar em bioenergia para ser usada por cada célula.


Os micronutrientes trabalham em sinergia uns com os outros para melhorar a eficiência do fígado e do pâncreas, órgãos importantes para o metabolismo do açúcar. A Vitamina C, por exemplo, desempenha um papel crucial no controle da diabetes devido à sua semelhança estrutural com as moléculas de açúcar. O aumento dos níveis de glicose no sangue promove a deficiência de vitamina C dentro das células, o que deve ser corrigido para que não haja deficiência desse nutriente fundamental.


A vitamina D não apenas ajuda na absorção de cálcio, mas também ajuda a melhorar a imunidade e a prevenir infecções e inflamações em pacientes com diabetes, reduzindo assim as complicações relacionadas ao açúcar em outros órgãos. Além disso, minerais como o cálcio e o magnésio são importantes para o funcionamento ideal dos músculos e nervos, controle da pressão arterial e produção de bioenergia no coração. O cromo e outros minerais ajudam a manter os níveis de glicose dentro dos limites normais. O cromo ajuda a facilitar a resposta celular à insulina e a utilização adequada da glicose no sangue, eventualmente diminuindo a necessidade de insulina.


Em um estudo recente realizado no Dr. Rath Research Institute, investigamos diferentes suplementos nutricionais e seus efeitos na captação e regulação de glicose pelas células. (1*) Três tipos diferentes de suplementos nutricionais foram usados: a fórmula A continha uma combinação abrangente de micronutrientes essenciais, incluindo vitaminas, minerais e aminoácidos; a fórmula B continha apenas micronutrientes selecionados importantes para o metabolismo da glicose. A fórmula C continha apenas o grupo de vitaminas B. Fizemos um estudo comparativo e de combinação usando as três fórmulas. Os resultados mostraram que a combinação das fórmulas A, B e C teve o efeito máximo resultando em um aumento da captação de glicose pelas células em até 370%.


Uma enzima específica, a proteína quinase (Akt), é importante para o transporte de glicose dentro das células. Nosso estudo mostrou que enquanto as fórmulas A e B tiveram efeito estimulador em um processo chamado fosforilação de Akt, o maior efeito foi observado quando as três fórmulas foram combinadas.


Esse estudo mostra que várias combinações de micronutrientes afetam o metabolismo da glicose nas células musculares e o benefício máximo dependem da cooperação sinérgica dos micronutrientes. Nosso estudo também envia uma mensagem aos consumidores de suplementos alimentares: procurem produtos de empresas que investem em pesquisa científica sobre saúde suplementar e não apenas em publicidade!


Lembrar também que é sempre importante procurar a orientação de um profissional de saúde que possa orientar quais sinergias podem agir especificamente sobre a doença para a qual o paciente está procurando tratamento. Os micronutrientes são fundamentais para a saúde humana, mas devem ser consumidos de forma consciente.


 

Referências:


(1*) M. Chatterjee et al., J Cell Med Nat Hlth, maio de 2019



 


Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page