top of page
Barletta

A importância da Hidratação para as Células (Parte 3)

Equilíbrio Hídrico: Dicas para aumentar sua ingestão de água no dia a dia.


foto de uma mulher bebendo um copo de água
Descubra por que é impossível ter saúde se não bebermos água de qualidade em quantidade ideal todos os dias.

Equilíbrio hídrico


Ao nascer, o corpo humano consiste em aproximadamente 80% de água. Na idade adulta, isso cai para cerca de 60% nos homens e 55% nas mulheres. O chamado “equilíbrio hídrico”

é a relação entre a água ingerida e a que é perdida através da respiração, transpiração eliminação de fezes e urina. É um mecanismo controlado no cérebro, pelo hipotálamo, através da ativação do mecanismo de sede.


Embora seja raro encontrar pessoas que bebam água em excesso (o que poderia ser fatal pois baixaria os níveis de sódio no sangue), de um modo geral, a maioria das pessoas bebe pouca água durante o dia, e isso compromete o metabolismo do organismo e nosso equilíbrio hídrico.


Ao ingerirmos pouca água, o organismo enviará os primeiros sinais de que existe desequilíbrio hídrico com deficiência de água em nosso sistema. Alguns deles são:

  • Cansaço

  • Mudanças de humor

  • Pele seca

  • Inquietação

  • Tontura

Se o corpo continuar recebendo pouca água por longos períodos, outros sintomas vão se manifestar como consequência de nosso desequilíbrio hídrico:

  • Envelhecimento acelerado

  • Ganho de peso

  • Insônia

  • Baixa libido

  • Unhas quebradiças

  • Doenças degenerativas


A água está presente em aproximadamente 75% do volume cerebral, sendo necessário sua constante reposição através da ingestão diária adequada.


O cérebro é como uma pequena usina hidrelétrica processando água o tempo todo, e você só pode pensar com clareza se beber água na quantidade ideal. Veja os principais benefícios da água para o cérebro:

  • Aumento de atenção

  • Melhora do humor

  • Expansão da memória

  • Melhora as habilidades cognitivas

  • Melhora foco, concentração e produtividade

Logo, se beber pouca água durante o dia, terá dificuldade em exercer funções e realizar atividades produtivas de forma adequada.


O fígado e os rins também têm uma demanda alta de água. O fígado é formado por cerca de 69% de água e os rins 82%. Em verdade, todo o corpo humano depende de água para funcionar adequadamente.


Você pode sobreviver por semanas sem comida, mas apenas alguns dias sem água. A deficiência persistente de água deixa as pessoas doentes, especialmente se combinada com a falta de micronutrientes na alimentação. Se isso ocorrer por um período prolongado, o sangue ficará espesso e pegajoso, o que poderá levar a ataques cardíacos e derrames.


LEMBRE-SE: Bebidas alcoólicas, chá preto, café e refrigerantes não contam como ingestão de água.

foto de um copo de refrigerante e muito açucar saindo da lata
Bebidas alcoólicas, chá preto, café e refrigerantes não contam como ingestão de água.

Essas bebidas têm propriedades desidratantes e diuréticas, pelo que sua ingestão deve ser minimizada. Além disso, o alto teor de açúcar, produtos químicos e o pH ácido de certas bebidas, como o refrigerante, são muito prejudiciais para a saúde.



A água desempenha um papel importante no metabolismo celular

A membrana celular é composta por ácidos graxos insaturados. Por meio da abertura e fechamento de seus poros, a água e os nutrientes são absorvidos para dentro da célula e os resíduos são eliminados.


O processo pelo qual a água atravessa a membrana celular é conhecido como osmose. Pequenas partículas elétricas carregadas, conhecidas como eletrólitos, ajudam nesse processo de transporte da água. Tudo isso acontece muito rápido e um único glóbulo vermelho, por exemplo, troca várias vezes todo o seu conteúdo de água em muito pouco tempo!



Consumir os ácidos graxos certos ajuda a garantir um equilíbrio ideal de água nas células


O transporte de água para as células exige o funcionamento equilibrado das membranas celulares. Para isso, é fundamental uma alimentação balanceada e rica em ácidos graxos de cadeia longa, como os encontrados no abacate, salmão, nozes, óleo de linhaça e sementes de chia.


Se você alimentar seu corpo apenas com batatas fritas, hambúrgueres e outras comidas processadas e gordurosas, ele será forçado a construir paredes celulares com materiais de baixa qualidade. Como resultado, sem os micronutrientes adequados, a água não será capaz de entrar nas células do seu corpo de forma eficiente. Isso fará com que as membranas celulares se tornem frágeis e não funcionem corretamente. Nesse quadro caracterizado por uma alimentação gordurosa, de baixo teor nutricional, com alimentos processados, pouca ingestão de legumes e verduras e baixa ingestão de água, suas células ficarão desidratadas...


A desidratação das células causa todo tipo de doenças (incluindo envelhecimento rápido) e deve ser evitada a todo custo.



Sede é sinal de falta de água no organismo

foto de mulher bebendo água numa garrafa, ao fundo rio e paisagem natural
Quando você está com sede, já está começando a ficar desidratado.

Quando a quantidade de água no corpo está baixa, o sangue fica mais espesso (engrossa) e surge uma proporção maior de sódio em relação a água. Isso aumenta a pressão arterial.


Nesse quadro, boca e os olhos secos serão uma tentativa do corpo de reter o máximo possível de água internamente. Falta de concentração e cansaço também poderão ser sinais indicando falta de água no seu cérebro.


Em verdade, quando você sente sede, já está começando a ficar desidratado. É preciso prestar atenção e perceber os sinais enviados pelo organismo.


Para piorar o quadro de desidratação, quanto mais velho você fica, menos sede você sente. Os idosos precisam ser lembrados de que precisam se manter bem hidratados.



Dicas para aumentar sua ingestão de água:


Fotos de pessoas bebendo água.
Dicas para aumentar sua ingestão de água.

  • Adquira o hábito de carregar uma garrafa de água para onde quer que vá, seja em casa ou no trabalho. Assim, além de lembrar de beber, fica mais fácil controlar a quantidade que está sendo ingerida. Alguns nutricionistas indicam como quantidade ideal cerca de 40 ml de água por quilo de peso. Exemplo: Uma pessoa que pesa 70 quilos deve beber cerca de 2,8 litros de água por dia (70 kg x 40 ml = 2,8 l).


  • Inclua a hidratação em seu planejamento. Coloque em suas anotações os horários para beber água durante suas atividades; adicione lembretes no celular através do despertador; use aplicativos que emitem notificações alertando sobre a ingestão de água durante o dia; incorpore esse hábito em sua rotina.


  • Adicione mais sabor à sua água! Se você possui dificuldade em beber água, experimente adicionar rodelas de frutas, gengibre, ervas, flores comestíveis e outros ingredientes para incorporar mais sabor ao seu momento de hidratação.


  • Opte por alimentos ricos em fibras como frutas, verduras e prebióticos. Eles possuem uma ação importante no transporte de água para dentro das células, permitindo que o corpo permaneça hidratado por mais tempo.


  • Experimente probióticos como a kombucha. Ela gaseifica naturalmente a água e pode ser saborizada, também, de forma natural, sendo ainda muito favorável para sua flora intestinal.


  • Reponha mais do que apenas água. Uma boa hidratação deve conter minerais importantes para o organismo. Procure saber mais sobre água alcalina e formas de mineralizar sua água...

Conclusão:

Uma boa saúde só é possível se houver o fornecimento ideal e constante de água fresca e de boa qualidade. Isso está se tornando um problema crônico devido à falta de atenção e de cuidados das pessoas com a importância da hidratação. Outro fator negativo é a contaminação da água com resíduos químicos e pesticidas em todo o mundo. É fundamental refletir a respeito.


Acesse o site do Movimento pela Vida e apoie a campanha Água Livre para Todos!



 

Fonte: Fundação Dr. Rath

Divulgação: Saúde para Todos Brasil


Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page